Comportamento

Menino de 10 anos, que precisava vender meias na estrada para sobreviver, recebe apoio e volta a estudar!

Ele precisou abandonar os estudos para ajudar a complementar a renda da família. Sua atitude chamou a atenção e lhe rendeu um incentivo financeiro para sair das ruas.



A desigualdade social faz com que famílias inteiras precisem vender sua força de trabalho a um valor irrisório. Muitas pessoas trabalham o dia todo para receber um valor que não vai cobrir as despesas mensais dos moradores da casa, fazendo com que crianças abandonem os estudos para ajudar a complementar a renda.

Essa era a realidade de Vansh Singh, que aos 10 anos precisava vender meias nas ruas de Ludhiana, na Índia, para ajudar a sustentar a família de sete pessoas. O menino se tornou conhecido na região por um vídeo seu que viralizou. Nas imagens, ele recusava dinheiro de caridade que um homem lhe oferecia, porque ele não “aceitava esmolas”, queria apenas vender suas meias de forma honesta e justa.

Muitas pessoas acharam a atitude da criança digna de aplausos e passaram a compartilhar aquela história em todas as redes sociais. Segundo o India Times, o vídeo que o motorista fez de Vansh chegou ao ministro-chefe do estado de Punjab, Amarinder, que decidiu intervir para mudar completamente a vida do garoto e sua família.


Os pais de Vansh receberam uma ajuda financeira de mais de R$ 16 mil, permitindo-lhes procurar empregos melhores, sem precisar aceitar qualquer vaga disponível para apenas alimentar a família. O

utro objetivo é conseguir que os quatro filhos mais velhos, incluindo Vansh, voltem para a escola e não precisem mais trabalhar para ajudar a complementar a renda familiar.

Direitos autorais: reprodução Twitter/@capt_amarinder.


O ministro-chefe foi extremamente gentil com o menino e se comprometeu a ajudá-lo, desde que ele retorne à escola. Mesmo que sua atitude tenha sido muito nobre, de ajudar a família, o político explicou que apenas uma boa educação é capaz de abrir um mundo de oportunidades, sem arriscar sua segurança e integridade, e mudar o futuro de sua família e o próprio.

Vansh decidiu voltar ao segundo ano do ensino fundamental e está mais tranquilo porque sua família não passará mais necessidades financeiras.

O menino sempre precisou ter certeza de que seus irmãos teriam o que comer, e foi justamente essa atitude que motivou tanta ajuda externa. Seu compromisso com os familiares chega a ser maior do que o de vários adultos.


Direitos autorais: reprodução Twitter/@capt_amarinder.

A família explicou que nunca quis que os filhos precisassem viver essa situação, mas os problemas financeiros fizeram com que não enxergassem outra saída. Infelizmente, essa não é a realidade da maioria das crianças pobres. Enquanto houver crianças que passam por isso, precisamos debater a desigualdade social com líderes e instituições.

Esperamos que a família consiga superar todas as dificuldades e que o menino termine seus estudos!


Compartilhe este caso nas suas redes sociais!

“Para ajudar de alguma forma” na pandemia, senhora arruma trabalho como copeira em hospital

Artigo Anterior

Brasileira trabalha limpando túmulos em cemitério para ajudar mãe doente. Não se envergonha do trabalho!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.