ColunistasPais e Filhos

Quando a crianças nasce, os pais também nascem!

Quando a criança nasce os pais também nascem

O nascimento dos pais: a mudança de valores



Quando você começa o papel como um pai, percebe que coisas que pareciam extremamente importantes em sua vida estão lentamente perdendo a relevância.

Sair com os amigos, fazer horas extras no trabalho, ir para estreias de filmes ou gastar muito tempo escolhendo a melhor roupa para jantar fora, são tarefas que já não gosta muito, além de já não poder pagá-los igualmente.

Tudo requer tempo para se adaptar , somos pessoas, não robôs e nos pressionar ou nos sentir culpado por não executarmos “as coisas como devem ser”, não é o melhor a se fazer.


As pressões, no fim acabam dificultando exercer com alegria o papel dos pais.

O homem deve se permitir sentir emoções, além de dar tempo para se adaptar às mudanças.

Apreciar cada segundo com o filho:

O tempo voa e o progresso de seu filho é quase diário, concentre-se no presente. Não pense sobre o trabalho de amanhã, desfrute de seu sorriso, suas primeiras palavras ou seu primeiro passo, momentos assim são únicos e não voltam.


Faça novos planos em que o seu filho possa participar:

Vai acabar descobrindo coisas que você nunca soube que poderia gostar ou mais do pensou em fazer antes.

Inscreva-se na natação com seu bebê ou  aprenda a fazer massagens específicas nele, essas experiências podem ser muito produtivas.

Simpatizar com seus pais:


Agora você vai notar o que seus pais fizeram por você – e com menos facilidades do que hoje – e vai ver que através dessa empatia seu relacionamento com seus pais  melhorará.

E assim vai lentamente construindo seu próprio manual de instruções: o que lê, o que ouve, mas especialmente a partir do que ensina para seu filho.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: La Mente es Maravillosa


Você está se sentindo infeliz? Então pare um pouco, pois esse texto é para você!

Artigo Anterior

6 coisas que acontecem quando você encontra um novo amor, depois de um relacionamento tóxico:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.