Pessoas inspiradoras

“Que seja leve e verdadeiro.” Thammy Miranda fala como pretende abordar sua transição com o filho

Capa Que seja leve e verdadeiro. Thammy Miranda fala como pretende abordar sua transicao com o filho

O vereador, que nasceu e foi socializado como mulher, começou sua transição em 2014.

O vereador Thammy Miranda não é desconhecido dos holofotes. Filho de uma das mulheres mais icônicas do Brasil, a cantora Gretchen, que ficou conhecida mundo afora pelos seus memes, Thammy ia a programas de auditório desde muito novo, embora na época ele ainda se identificasse como “A Thammy”, pois ainda não tinha se entendido como um homem trans.

A transição de Thammy teve início no fim de 2014, e de lá para cá ele participou de novelas, falou sobre a questão trans para diversas pessoas e ainda se elegeu como vereador. Conquistas impressionantes para a vida profissional, e a pessoa não ficou de fora: Thammy se casou e também se tornou pai do pequeno Bento, de 1 ano, fruto de sua união com Andressa Miranda.

Em suas redes sociais, Thammy aborda bastante a questão da transexualidade e inclusive falou sobre como gostaria de abordar essa questão com seu filho, quando chegasse o momento.

De acordo com informações do portal de notícias sobre entretenimento Quem, Thammy publicou stories em sua conta do Instagram, conversando com os seguidores sobre como gostaria de abordar esse assunto com Bento. Deixou claro que essa conversa só ocorrerá quando Bento tiver maturidade para compreender a questão e disse que tentará contar sua história explicando o conceito de identidade de gênero, que diz respeito a como uma pessoa se sente em relação ao gênero que lhe foi designado socialmente ao nascer. Foi por não se sentir alinhado com seu gênero designado — mulher — que Thammy resolveu fazer a transição.

2 Que seja leve e verdadeiro. Thammy Miranda fala como pretende abordar sua transicao com o filho

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @thammymiranda

O pai deseja que esse diálogo com o filho ocorra de maneira natural e tranquila, e espera ser algo leve e verdadeiro, como de fato ele sente que é a sua experiência. Thammy acredita que não há muito o que explicar ou fazer neste caso, além de explicar que existe a questão da identidade de gênero e que existem pessoas que não se identificam com o gênero com o qual nasceram, que podem ter a possibilidade de se readequar, assim como Thammy fez.

O vereador espera poder explicar ao filho sua transição da forma mais simples possível, falando sobre seu processo e deixando claro que ele é um homem, assim como Bento. Thammy também disse que quer contar a Bento sobre seu envolvimento com a causa trans e sua luta, deixando claro que na sua época falar sobre esses assuntos ainda era tido como um tabu, mas que ele pode ter essas conversas com o filho graças às conquistas do movimento social, que demoraram muito para chegar, mas que fizeram toda a diferença.

O próprio Thammy reconhece que demorou muito tempo para entender o que estava sentindo e o que aquilo significava, e quer falar isso com Bento também. Ele quer deixar claro para o garotinho, quando for a hora certa, que se ele consegue falar sobre essa situação de forma aberta e clara é porque Thammy lutou muito para chegar a esse ponto. Bento poderá compreender um dia que a luta de seu pai e sua representatividade também possibilitaram a outras pessoas se entenderem durante a transição e serem felizes.

3 Que seja leve e verdadeiro. Thammy Miranda fala como pretende abordar sua transicao com o filho

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @thammymiranda

Concluindo sua fala, Thammy disse que não tem receio que Bento veja fotos suas de quando era mulher. Ele compreende que embora esteja em outra fase, isto faz parte de sua história e foi sua realidade por muito tempo, inclusive diz que a mulher que era no passado foi necessária para que ele se tornasse o homem que é hoje, e se sente agradecido por ela, dizendo que a aquela mulher era muito forte, talvez até mais forte do que ele será algum dia.

Thammy apontou também um diferencial que observou em homens trans como ele: seu lado feminino é muito presente, mesmo após a transição, o que tornaria o homem trans mais evoluído por ter passado pelos mesmos sofrimentos que as mulheres, mesmo que apenas por uma porção de sua vida.

0 %