Comportamento

Socióloga, feminista e flamenguista: saiba mais sobre Janja, esposa de Lula

Foto: Twitter
Socióloga feminista e flamenguista saiba mais sobre Janja esposa de Lula

Janja não é apenas esposa de Lula, mas também uma socióloga inteligente e flamenguista de coração!

Rosângela da Silva, mais conhecida por “Janja”, é paranaense e, segundo o Estadão, ficou conhecida em dezembro de 2021, quando apareceu ao lado do noivo, o ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, em um jantar especial do grupo Prerrogativas.

Ao contrário de Lu Alckmin, esposa do ex-governador Geraldo Alckmin, Janja era pouco conhecida no mundo político, mas vem ganhando destaque desde então, com seu posicionamento e apoio a Lula. De acordo com o Exame, Lula, em uma entrevista com o rapper Mano Brown, em setembro de 2021, descreveu Janja como uma mulher muito politizada, com “cabeça” política boa e feminista também.

Janja é natural de União de Vitória, uma cidade a 243 km da capital do Paraná, localizada na divisa com Santa Catarina. A mulher se mudou para Curitiba ainda na infância, mas atualmente mora na capital de São Paulo. Aos 55 anos, ela é formada em Sociologia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e também tem MBA em Gestão Social e Sustentabilidade, segundo informações da biografia no seu Twitter.

Segundo o Exame, Janja trabalhou durante quase 20 anos em uma empresa de energia chamada Itaipu Binacional, na cidade de Curitiba, atuando como assistente do diretor-geral e coordenadora de programas voltados ao desenvolvimento sustentável. Entre 2012 e 2016, segundo o G1, a paranaense trabalhou como assessora de comunicação e relações institucionais da Eletrobrás, no Rio de Janeiro. Em 2016, voltou a trabalhar em Itaipu, mas deixou a hidrelétrica no primeiro dia de 2020.

Militante de esquerda, Janja é filiada ao Partido dos Trabalhadores, cofundado por Lula, desde 1983, e se define como “petista de carteirinha”, assim como o marido. Além disso, ela tem se posicionado cada vez mais em prol de Lula, e mostra que, se ele conseguir voltar à presidência, ela terá um papel ativo como primeira-dama, trabalhando em projetos de segurança alimentar.  Além disso, suas principais pautas incluem o direito das mulheres e a proteção dos animais.

Captura de Tela 2022 05 18 às 14 1

Direitos autorais: Reprodução Twitter

Apesar de tudo, Janja se mantém discreta quando sua vida pessoal, segundo a revista Veja, a socióloga já foi casada por mais de dez anos, mas não tem filhos do relacionamento anterior. Ela também se assume flamenguista de coração, com direito à foto com a camiseta do time em seu Twitter.

Captura de Tela 2022 05 18 às 14 2

Direitos autorais: Reprodução Twitter

Relacionamento com Lula

O namoro de Janja com Lula começou quando o político ainda estava preso na Superintendência da Polícia Federal da capital paranaense, acusado de corrupção pela “Lava Jato”. Durante os 580 dias que ficou preso, Janja o visitava com frequência, mas Lula, na época, não deu muitos detalhes. Mas foi o economista Luiz Carlos Bresser-Pereira que entregou a relação dos dois, dizendo que o ex-presidente estava “apaixonado”.

Captura de Tela 2022 05 18 às 14

Direitos autorais: Reprodução Facebook

Quando ele saiu do cárcere, no dia 8 de novembro de 2019, o político aproveitou o momento para discursar aos seus apoiadores presentes e apresentou oficialmente sua namorada, e logo a socióloga ficou famosa. Além disso, a imprensa confirmou que ambos se conhecem “há décadas”. Desde essa época, Janja e Lula moram juntos em São Paulo, e a mulher se tornou uma das maiores apoiadoras de Lula na candidatura à presidência, acompanhando-o e torcendo por ele em todas as ocasiões.

Três anos depois do anúncio do noivado, eles decidiram celebrar o casamento no dia 18 de maio deste ano, com um convite especial com as assinaturas dos noivos e a frase: “Ninguém mais feliz que eu e você!”. Além disso, os noivos pediram aos convidados não levarem os celulares, pois seria um momento único e todos deviam permanecer presentes, livre das distrações dos celulares e da internet. O evento privado aconteceu em São Paulo, com cerca de 200 pessoas, incluindo artistas e políticos brasileiros.