5min. de leitura

5 coisas das quais você deve desistir agora mesmo (mesmo que não queira):

Coisas das quais você deve desistir agora mesmo!

“Nada é mais intolerável do que ter que admitir para si mesmo seus próprios erros.” – Ludwig van Beethoven


Desistir de qualquer coisa que abraçamos (conscientemente ou não) como parte de nós mesmos, é muitas vezes um esforço difícil.

Mas pode levar-nos a uma nova vida, mais alinhada com nossos valores e propósitos.

Abaixo está uma lista de 5 coisas para eliminar de sua vida. Acreditamos que essa atitude o levará a uma vida mais feliz, saudável e gratificante. Cada item tem o potencial para eliminar uma tonelada de estresse e possível mágoa, talvez até mesmo proporcionando um novo senso de liberdade.


1. Necessidade de controle

Além do autocontrole positivo, devemos minimizar a necessidade de querer controlar as coisas ao nosso redor.

Controlar os outros é uma forma de abuso, algo que ninguém deveria ter que experimentar.

Deixe ir essa necessidade de controle, não importa o quão difícil seja no início. Quando conseguir, vai sentir que um tremendo peso foi tirado dos seus ombros. É bem provável que seus relacionamentos melhorem também.



2. Necessidade de estar certo

Para alguns de nós, a ideia de admitir um erro – ou admitir que alguém está certo – produz uma sensação de medo. Nesse sentido, compartilhamos o mesmo sentimento que o grande Bruce Lee, que uma vez disse:

“Os erros são sempre perdoáveis, se alguém tiver a coragem de admiti-los.”

Inúmeras relações e amizades terminaram porque uma (ou ambas) as pessoas sempre tinham que estar certas, mesmo com fatos ou provas mostrando o contrário.

Este é um comportamento muito prejudicial – não apenas para a pessoa, mas para aqueles próximos a ela.

Já teve um chefe com uma insaciável necessidade de estar certo? Quão terrível era trabalhar com ele? Esses mesmos sentimentos surgem nos outros quando insistimos em estar certos.


3. Necessidade de reclamar

Desistir totalmente do ato de reclamar é semelhante a desistir da necessidade de respirar. Internamente ou externamente, todos nós nos envolveremos em um episódio de resmungo, de vez em quando. Todos nós possuímos autoconsciência suficiente para admitirmos se somos ou não constantes reclamadores – e se uma mudança de perspectiva é necessária, ou não.

A realidade desconfortável (mas libertadora) é que os estressores externos são uma questão de percepção interna.

A nossa existência improvável, e a incontestável superioridade do intelecto natural da nossa espécie, capaz de adaptar-se, apesar de desafios aparentemente insuperáveis ​​ao longo dos séculos, comprova o poder natural do homem.

Reclamar é um ato inútil. Em vez disso, use sua mente e supere a questão.


4. Necessidade de criar desculpas

Criar desculpas é um ato de autolimitação – um comportamento que pode prejudicar o progresso individual.

Frequentemente, criamos desculpas para a ignorância, imaturidade ou preguiça. Os efeitos são perturbadores, até desastrosos. Mas tudo isso pode mudar, se pudermos admitir essa deficiência e avançar.

George Washington Carver, um afro-americano nascido em escravidão, recebeu o reconhecimento nacional (incluindo na Time Magazine) por seus avanços nas áreas de botânica e biologia ao longo de sua vida. Apesar de viver em um momento de racismo extremo, o Sr. Carver proclamou uma vez:

“Noventa e nove por cento dos fracassos vêm de pessoas que têm o hábito de dar desculpas.”

Essa é uma citação inspiradora.


5. Necessidade de se limitar

Como seres humanos inteligentes, sabemos quando algo que estamos fazendo está nos atrasando.

Não seria possível listar todas as coisas contraproducentes para a saúde, crescimento e felicidade. Somos todos diferentes, o que só faz com que qualquer tentativa de compartimentalização do comportamento limitador, seja ainda mais impossível.

Você é um procrastinador crônico? Lentamente, trabalhe a sua disciplina, para fazer as coisas no tempo certo.

Você está envolvido em hábitos que lhe são prejudiciais?

Talvez você beba um pouco demais, veja televisão demais, gaste muito dinheiro, saia com a turma errada, entre outros … nunca é tarde demais para se comprometer com a mudança.

Admita suas deficiências e trabalhe (calmamente) para encontrar um caminho diferente.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Power of Positivity





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.