publicidade

A saudade é uma dor que nos acompanha para sempre, quando perdemos quem amamos

Só quem já perdeu alguém que realmente amava sabe o quanto a saudade pode machucar.



Frequentemente, nós nos deparamos com perdas, mas talvez as que mais nos machuquem sejam as daqueles que amamos verdadeiramente. Podemos perder essas pessoas para a morte, para a distância, para o destino ou mesmo para os nossos comportamentos imaturos e egoístas. De qualquer maneira, seguir a vida sem elas é um grande desafio.

As pessoas que amamos são parte da nossa história, sempre estiveram ao nosso lado e contribuíram para a formação do nosso caráter, personalidade e foram fundamentais para estarmos onde estamos hoje.

Elas conheceram o nosso melhor e pior lado, e ainda assim não se afastaram, deram-nos conselhos poderosos e sentiram orgulho e felicidade, quando qualquer outro sentiria inveja. Amaram-nos por quem somos e foram a base que nos sustentou quando estávamos prestes a cair.


Não é fácil aceitar que não as teremos mais conosco. Tudo aquilo que um dia vivemos se torna apenas memória e todos os planos que havíamos construído e alimentado precisam ser cancelados. Onde antes havia animação e expectativa, agora só existe a dor da saudade e a tristeza de saber que precisaremos seguir sem os nossos maiores apoios.

A perda de nossos amados nos faz compreender o verdadeiro significado de saudade.

Deixamos de enxergar esse sentimento como algo supérfluo e até mesmo de aplicá-lo em nossa vida num contexto sensacionalista. Descobrimos que a saudade pode ser incapacitante e que é algo com o qual devemos aprender a conviver, ainda que nos cause dor.

No começo, a saudade costuma ser vista como uma inimiga, porque a perda da pessoa é muito recente, e não queremos sentir sua falta, queremos que esteja ao nosso lado, compartilhando a vida conosco.


É preciso um bom tempo para nos acostumar com essa falta e transformá-la em algo não tão ruim. Quando amadurecemos essa perda e aprendermos a lidar com ela em nosso interior, a saudade deixa de ser ruim e passa a ser uma oportunidade de lembrar com carinho desse alguém que foi e continua sendo tão importante para nós.

A saudade se torna um lugar nosso e da outra pessoa, onde podemos reviver os momentos bons não mais com dor, mas com gratidão.

Nesse dia da saudade, tire um tempo para ressignificar esse sentimento. Ainda que doa, faça as pazes com ele e o torne seu aliado, porque ele permanecerá para sempre com você. As perdas são difíceis, mas se soubermos lidar com elas, encontraremos conforto eterno mesmo em meio à falta.

A saudade não precisa ser ruim, pode ser o encontro da nossa alma com a parte da outra pessoa que ainda está viva em nós. Pense nisso!

 

 Direitos autorais da imagem de capa: Kat Jayne/Pexels.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.