Animais

“Coitadinho, eu o amo!”: menino implora à mãe para resgatar gatinho abandonado

Andrés encontra um gatinho na rua e sente empatia pelo animal, chegando a chorar muito para que sua mãe aceite levá-lo para casa!



As crianças são extremamente empáticas e amorosas, basta se depararem com uma cena triste ou alguém passando algum tipo de necessidade, que elas prontamente se oferecem para ajudar. Em alguns casos, se sentem tão conectadas aos animais e às pessoas, que chegam a sentir a mesma tristeza deles, mostrando que se importam verdadeiramente com o próximo.

Um vídeo que tem circulado pela internet é o de Andrés, um pequeno menino, aos prantos, com um gato de rua no colo. O pequeno deseja muito levar o animal para casa, vendo o frio que faz na rua, e pede desesperadamente à sua mãe, que está gravando o vídeo, que levem o pequeno para casa. Em alguns momentos, o garotinho afirma que o ama.

A empatia do menino é tanta, que muitas pessoas se surpreenderam com o vídeo. Ele nunca havia visto aquele animal, mas sentiu desespero ao perceber que ele ficaria na rua em uma noite tão fria como aquela.


A mãe pede para o menino deixar o gato ali, já que é um animal que ele encontrou na rua, mas isso apenas aumenta a angústia do garotinho, que passa a chorar desesperadamente.

Muitas pessoas sentiram-se na pele de Andrés, vendo seus pais recusarem, ainda na infância, a levar um animal de estimação para casa. Muitas vezes, não há como levar um animal para casa, por conta da estrutura familiar, da questão financeira ou mesmo do cuidado. Os pais sabem que, a partir do momento em que pegam um animal, mais responsabilidade terão ao fim do dia, tendo de limpar mais, cuidar mais e gastar mais dinheiro.

Confira o vídeo:

Mesmo que a adoção seja uma linda atitude, caso a família não tenha condições de oferecer o básico ao animal, em alguns momentos, é melhor reconsiderar a questão. Pode ser doloroso para uma criança, que pode não compreender isso, mas com certeza será melhor para o animal, que não será negligenciado.


Todos os animais precisam de cuidados básicos, como alimentação, água, espaço, passeios regulares, atenção e carinho. Precisam de uma cama, um teto e não podem passar frio ou calor em excesso.

Isso faz parte do cuidado básico de qualquer animal de estimação, e caso não tenha como lhe oferecer tudo, o ideal é que não tenha um.

Direitos autorais: reprodução YouTube/Cios Castro.

A mãe de Andrés, no vídeo, pede ao filho para deixar o gato ali, mas o pequeno não quer ouvi-la, e abraça o animal com mais força ainda. O amor dele pode ser percebido por todos que assistem ao vídeo, ao mesmo tempo em que, infelizmente, a mãe tenta ponderar, pedindo ao filho que solte o gatinho.


O sofrimento que a criança está passando é real, verdadeiro, aquele choro merece ser acolhido. Infelizmente, não é sempre que se pode adotar um animal de estimação, e todos os adultos precisam analisar bem a situação, para que todos possam ter uma vida digna e decente, inclusive ensinando aos filhos como devemos tratar os animais.

O que você acha desse caso? Acredita que Andrés deveria ficar com o gato?

Comente abaixo e compartilhe o texto nas suas redes sociais!


Cãozinho encontrado no meio do lixo, completamente mordido, ganhou novo lar. Salvaram sua vida!

Artigo Anterior

Mãe revela racismo que filha mais nova sofre: “Ela é tratada pior que os irmãos por ter a pele mais escura”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.