Comportamento

Depois do falecimento da esposa, homem de 80 anos é expulso de casa pelos enteados que ele criou

Esse idoso tem passado por uma situação muito difícil. Ele perdeu sua companheira e seu lar. Saiba mais!



Os padrastos e madrastas são pessoas que nos acompanham durante muito tempo. Quando o relacionamento com eles é baseado em respeito e amor, podem conquistar um espaço muito grande em nosso coração, em alguns casos sendo mais nossos “pais e mães” do que as pessoas com quem compartilhamos laços sanguíneos.

Para muitos, essas pessoas são consideradas uma parte de sua família verdadeira, e estão sempre em seus corações e nas conquistas mais importantes de suas vidas. Esses enteados e enteadas zelam pelo bem-estar de seus pais do coração, e fazem todo o possível para que eles sempre se sintam acolhidos e amados.

No entanto, no lado oposto da moeda, estão aqueles que não conseguem aceitar essas pessoas como parte de sua família e não fazem questão de lhes demonstrar carinho, respeito e consideração. Não importa quanto tempo tenham compartilhado com os padrastos e madrastas, elas não demonstram nenhum tipo de problema em cortar completamente o vínculo com eles.


Um mexicano de 80 anos vem passando por muita dificuldade por causa de seus enteados.

Don Pánfilo Carranza, que vive na cidade de Torreón, foi recentemente expulso da casa em que viveu com a esposa e os filhos dela depois de seu falecimento, segundo contado pelo portal Milenio.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Alejandra Bustamante.

Don Pánfilo, que trabalhou por muito tempo como motorista de ônibus, foi colocado na rua, expulso da própria casa por um de seus enteados, chamado Ramiro, o qual ajudou a criar desde a infância. O enteado o colocou na rua e agora o seu único bem é uma cama, afirma o senhor.


O idoso passou dois dias dormindo na rua, até que um vizinho, tocado pela sua situação, ofereceu o seu teto para ele viver até que conseguisse se recuperar e encontrar uma maneira de seguir sua vida.

A filha dos vizinhos, que ofereceu um quarto em sua casa para Dón Pánfilo, Alejandra Bustamante, fez uma publicação em seu Facebook sobre o ocorrido.

Ela disse que escrevia sobre isso “com lágrimas nos olhos”, e pediu ajuda de autoridades, acrescentando que não compreende como algumas pessoas têm o “coração tão podre”.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Alejandra Bustamante.


Não foi informado o motivo da atitude dos enteados, mas Don Pánfilo tem procurado assessoria jurídica para recuperar a casa que ele diz ter conquistado com sacrifício, depois de muitos anos de trabalho.

Qual sua opinião sobre a atitude dos enteados?

Comente abaixo e compartilhe o texto nas redes sociais!


Física brasileira tem reconhecimento internacional e recebe o mesmo título que Albert Einstein e Mandela!

Artigo Anterior

Mulher descobre traição do namorado depois de ele mandar foto de mulher em sua cama por engano

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.