Comportamento

Padre Marcelo Rossi vence a depressão e, em nova forma, dá exemplo de superação!

O padre Marcelo Rossi deu o que falar nas redes sociais nesta terça-feira (30) ao aparecer com uma nova forma física. O sacerdote, que já teve problemas com excesso de peso e chegou quase à anorexia, surgiu com um físico mais forte e bem definido. À GQ Brasil, a assessoria de imprensa de Rossi comentou que o padre está “ótimo, saudável e a mudança não foi repentina. Quem o acompanha em missas e programas tem visto esse processo gradualmente ao longo dos últimos anos”.



Religioso, que já passou por extremos na luta com a balança, surge sarado em fotos compartilhadas em seu Instagram; “Em busca do shape sagrado”, diz fã

O padre Marcelo Rossi, de 53 anos, virou assunto nas redes sociais, neste terça-feira (30), ao chamar atenção dos internautas por sua nova forma física. O religioso, que já relatou problemas com o excesso de peso e fez uma dieta radical há alguns anos com a qual perdeu 40 quilos e chegou quase à anorexia, surgiu em novas fotos com o corpo mais forte e bem definido.

Discreto em seu Instagram, padre Marcelo posta poucos vídeos e fotos suas, mas nas que ele compartilha com os seguidores é possível ver a mudança – o sarcedote, como apontaram internautas, está com com o trapézio e os braços maiores, com algumas veias saltadas.


“Óstia ou whey? Vem aí novo livro do padre Marcelo Rossi Em busca do Shape Sagrado”, bricou um usuário do Twitter. “Gente, pelo amor de Dus, o padre Marcelo Rossi tava igual um maracujá murcho no sol e agora tá uma geladeira frost free”, apontou outro. “Padre Marcelo está prestes a tirar seus pecados na base do supino, rosca invertida, remada e halteres”, alertou mais um perfil do microblog. “Em busca do shape sagrado”, brincou uma quarta pessoa.

 

Direitos autorais: Reprodução Twitter

Direitos autorais: Reprodução Twitter


Formado em educação física, o religioso estourou no final dos anos 1990, quando tinha uma silhueta esguia.

De lá para cá, padre Marcelo, que sofreu com a depressão, engordou e perdeu peso, chegando a extremos da balança. Em entrevistas, ele confessou ter tomado esteroides no passado antes de ser ordenado padre e ao Fantástico, em 2013, contou ter feito uma dieta à base de alface, cebolas e três hambúrgueres por dia, tendo perdido cerca de 40 quilos – apesar disso não se sentia magro e continuava com a dieta, e chegou a cair na esteira porque se sentiu mal ao fazer o exercício.

A Quem ele revelou que esteve a um passo da anorexia. “Fiz uma dieta louca, sem nutricionista. Em seis meses sequei, sem remédio, sem nada. Sem querer, comecei a perceber que estava ficando anoréxico. As pessoas me falavam que eu estava muito magro, avisavam e eu não acreditava. Eu deveria controlar meu peso, mas conheço pessoas que são neuróticas com a balança. Tinha medo de ficar igual a elas. Cheguei a 67 quilos”, contou o padre de 1,95 metro.


 




Ver essa foto no Instagram


 

Uma publicação compartilhada por Padre Marcelo Rossi (@padremarcelorossi)

Quando a instabilidade no peso pode ser um problema

Todo ganho ou perda súbita de peso sem motivo aparente é um sinal de alerta. “Se a pessoa perder ou ganhar 10% de sua massa corporal (ou seja, alguém que pesa 100kg e perde 10) em um período de tempo curto, de até dois meses, ela deve ficar atenta e buscar ajuda profissional. Isso, claro, se não tiver tomado nenhuma decisão consicente para isso”, explica Marcella Garcez, nutróloga, diretora da Associação Brasileira de Nutrologia e docente do Curso Nacional de Nutrologia da ABRAN.

Essas alterações podem estar ligadas a problemas psicológicos, como transtornos alimentares, ansiedade e depressão (como foi o caso do padre) ou ainda a doenças físicas, como neoplasias, doenças inflamatórias intestinais ou Aids. Fatores genéticos e anatômicos também têm um papel importante nisso. Em todos os casos, é necessário buscar um nutricionista, que avaliará a causa do problema e, caso seja necessário, dará início a um trabalho multidisciplinar com um psiquiatra.

Não tratar esses problemas pode levar a complicações como diabetes, dislipidemia, problemas cardiovasculares, desmineralização óssea ou reduções no aporte de nutrientes necessários para o funcionamento pleno do organismo. “Essas condições permanecem mesmo após a normalização do peso. Uma vez desregulado, os danos ao organismo ficam para o resto da vida”, explica Marcella.

Gostei do ‘shape’ do padre Marcelo Rossi. Como posso ficar musculoso assim?

Antes de qualquer coisa, é importante buscar o acompanhamento de um profissional de nutrologia ou educação física, que irá te orientar sobre a prática correta de exercícios físicos, suplementação e alimentação adequada. Aqui você encontra algumas orientações iniciais sobre o assunto.


Se estiver passando por crises de depressão e precisar de ajuda, não hesite em discar 188. Este é o número da parceria entre o Centro de Valorização da Vida com o Ministério da Saúde. A ligação é gratuita.

Também é possível encontrar atendimento no endereço eletrônico: www.cvv.org.br para chat, Skype, e-mail e mais informações. Para contatar o SAMU, disque 192. Atendimentos também são realizados nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA), Pronto-Socorro e Hospitais.

Crocheteira faz bonecos para apoiar Lucas e Gilberto do ‘BBB21’: ‘Quis eternizar o momento feliz dos dois’

Artigo Anterior

Cantor Jonathan Neves, conhecido como ‘Tim Maia da Paulista’, morre de Covid-19 em SP

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.