Família

“Ser um bom pai não é ganhar o troféu de pai do ano, é ser rígido, saber educar”, afirma Marcos Mion

Mion expôs com sinceridade sua opinião sobre o papel dos pais na vida dos filhos.



Aos 41 anos, Marcos Mion, ator, apresentador, escritor e empresário, é pai de Romeo, Donatella e Stefano. O artista constantemente aborda a questão da paternidade em suas publicações nas redes sociais e entrevistas.

Anteriormente, publicamos por aqui algumas de suas declarações de mais peso, quando se trata da educação dos filhos, e hoje trouxemos outra reflexão de bastante destaque de Mion, que certamente faz todos os pais pensarem sobre a maneira como têm conduzido o seu relacionamento com os filhos.

Em entrevista à Glamurama, ele falou um pouco sobre a sua função dentro da família, especificamente como pai, e deu alguns conselhos para homens e mulheres que podem encontrar dificuldades para direcionar os pequenos para os melhores caminhos.


Mion afirmou que é muito importante os pais aprenderem a dizer “não” aos filhos e que, embora as crianças não aceitem isso de cara, no futuro, conseguirão entender por que nem sempre as coisas seguiram a sua vontade.

Também falou sobre os desafios da paternidade, explicando que exige muita dedicação, especialmente quando os filhos passam da idade de ser crianças, que é quando o trabalho da formação de caráter começa.

Mion afirmou que é fácil dar aos filhos tudo o que querem, e que muitos pais podem acabar se perdendo ao buscar o “reconhecimento imediato”, mas salientou algo muito importante, de que muitos pais podem acabar se esquecendo no dia a dia.

O artista disse que “ser um bom pai não é ganhar o troféu de pai do ano, é ser rígido também, é saber educar”.


Essa é uma frase que dá a todos nós algo sobre o que pensar. Muitas vezes, na necessidade de ver os filhos felizes, com todas as necessidades atendidas, podemos nos precipitar e lhes permitir ter tudo o que querem, esquecendo-nos de chamar sua atenção quando fazem algo errado.

Queremos ser os melhores pais possíveis, dando às nossas crianças tudo aquilo que não tivemos, podendo deixar de lado alguns valores importantes, que farão a diferença em sua vida adulta.

Ainda que sintamos a constante pressão de ser grandes pais, evitando ao máximo as falhas, precisamos ter em mente que oferecer uma boa criação não é atender a todos os anseios dos nossos filhos, mas saber a hora certa de lhes dizer “não” e educá-los para serem bons adultos, que saibam conviver numa sociedade onde nem sempre os seus desejos serão cumpridos.

Uma educação nem sempre lhe dará um troféu, mas garantirá que seus filhos lhe deem o orgulho de serem bons seres humanos. Pense nisso!


“Me apaixonei imediatamente.” Policial adota bebê de moradora de rua, que ajudou em serviço

Artigo Anterior

Pai solteiro adota 3 irmãos que foram colocados em abrigos 16 vezes. Ofereceu a eles um lar e amor!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.