6 dicas para aumentar sua autoestima



Autoestima alta nem sempre faz parte da nossa vida diária. Infelizmente, tem dias que a gente acorda se sentindo feia, sem graça e isso faz com que, nosso dia não seja totalmente proveitoso.

Pode parecer besteira sentir-se feio um dia ou outro, mas é muito comum, principalmente para nós, mulheres.

Mas por que isso acontece? Na nossa sociedade criamos um ideal de beleza através das revistas de moda e do ideal padrão de mulher bonita. Para alguns, uma mulher bonita tem de ter cintura fina, curvas avantajadas, ou mulheres bem magras, não que essas mulheres não sejam maravilhosas em suas formas, mas o maior problema é que a sociedade nos impõe isso como padrão a todas e quando não estamos inseridas neste padrão, temos dias ruins, sentindo-nos feias e totalmente fora do ideal de beleza.

Isso, muitas vezes, nos leva a algumas medidas como cirurgia plástica, etc., moldando-nos à imagem e semelhança do padrão.

O que devemos fazer neste caso, é nos amar. Claro, não é tão simples e fácil como escrever este texto, mas é um trabalho de formiga, ou seja, o nosso amor-próprio é uma construção.

Por isso, separei algumas dicas que podem ajudar nesta construção diária pelo amor-próprio e que também podem ser passadas adiante.

Dê-se um presente

Você já se deu um presente? Não? Essa é a hora. Procure algo que goste muito, um livro, um filme, uma roupa, uma maquiagem, uma viagem, tatuagem ou qualquer coisa que a faça sentir-se consigo mesma. O lado bom de ganhar presentes é a novidade, e nada ninguém melhor que você mesma para conhecer o que gosta e sentir-se bem com isso, além de ser um grande carinho consigo mesma.


Olhe-se mais no espelho

Quem tem dificuldades em aceitar seu corpo, também tem dificuldades com o espelho. Mas vai por mim, esse pode ser um bom exercício. Não se olhe apenas quando estiver maquiada ou com aquela roupa que você gosta, olhe-se quando sentir-se mal. Analise seu rosto, olhe seu corpo, toque-o, sinta-o e veja que você é uma mulher linda!


Faça selfies

Tire fotos suas. De corpo inteiro, despida, se possível. Esse é um exercício de aceitação que funciona bastante para algumas pessoas. No banheiro, no quarto e depois veja suas fotos. Nós temos a mania de nos imaginar da pior forma possível e quando vemos quem realmente somos, nossa cabeça não cria tantas fantasias. Claro, você vai se achar horrível e talvez com vergonha no começo, mas como dito, é um exercício diário que tem grandes resultados.




Não aceite tudo o que sua mente diz

Autossabotagem é algo muito comum entre nós. Às vezes, a nossa autocrítica é cruel demais e nos coloca mais para baixo ainda. Por isso, quando vir alguma foto sua ou vierem aqueles pensamentos de “você é feia”, “ninguém gosta de você”, tente bloqueá-los e transformá-los em “eu sou linda sim”, “as pessoas gostam de mim e EU gosto de mim”. Tente substituir esses pensamentos, assim você não alimenta a autossabotagem.


Saiba lidar com seus erros

Somos seres humanos e passíveis de erros. É totalmente normal não fazermos a coisa certa sempre, estamos em constante aprendizado e isso tem de estar certo na sua cabeça. Você é humana, você erra, erros têm consertos e vai ficar tudo bem!


Busque ajuda profissional, se achar necessário

A terapia é o item mais importante deste texto. Passar com um psicólogo não é sinônimo de que você esteja louca ou sem controle, pelo contrário, a terapia ajuda você a entender o que está sentindo, conhecer-se mais e saber como realmente é, e conhecer a si mesmo é um fator importantíssimo para autoestima.

Sendo assim, é importante nos amarmos, mas tudo tem o seu tempo. Vá com calma, tenha um tempo consigo mesma, o amor é uma construção, conforme dito, faça isso com você.

Ame-se e a partir dessa aceitação nada a poderá abalar, porque estará forte em suas convicções. Siga linda como você é! O que os outros pensam de você é um problema deles.


Direitos autorais da imagem de capa: wallhere / 31268






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.