4min. de leitura

A religião é inútil se não for acompanhada de uma boa índole e um coração puro

Deixe de olhar as pessoas pelo rótulo da religião e comece a olhar pelo coração, você se surpreenderá com o quão diferente as coisas podem ser.


Muitas pessoas acreditam que apenas ter uma religião é suficiente para torná-las bondosas, altruístas e merecedoras das melhores coisas criadas pelo divino. Elas vão todos os domingos para a igreja, participam de todos os grupos possíveis e estão sempre compartilhando mensagens de amor e compaixão com todas as pessoas ao seu redor.

À primeira vista, essas pessoas são realmente um grande exemplo. Estão sempre em boas companhias e parecem passar uma mensagem muito similar a que acreditam. Porém, de nada adianta viver em função de religião, se no seu interior habita um coração egoísta e uma índole maldosa.

Apenas frequentar os templos sagrados não é suficiente, é preciso que trabalhemos todos os dias para chegarmos mais perto de nos tornarmos tudo aquilo que admiramos e pregamos.

Compartilhar mensagens positivas com os seus amigos no WhatsApp é legal e ajuda a espalhar o bem, ir à igreja todas as semanas o ajuda a conectar-se mais com a energia divina, mas mais importante do que aquilo que se faz na internet é o que se faz na vida real.


Se as suas ações no dia a dia não estiverem em sintonia com tudo aquilo que você prega, alguma coisa está errada. A religião é uma guia pela vida, mas não é a coisa mais importante que você pode ter. Um coração bom e um caráter admirável são muito mais valiosos, porque são eles que demonstram que realmente somos e qual o nosso valor.

No final da vida, o que realmente contará não é qual livro decidimos seguir, mas o que fizemos com todas as lições que nos ensinaram. Portanto, ao invés de dedicarmos muito tempo de nossas vidas tentando provar a nossa religião, devemos nos esforçar para mostrar que somos bons seres humanos.


Quando cuidamos de nosso interior e nos dedicamos a ser pessoas verdadeiramente boas, a nossa religião não importa, porque as nossas atitudes têm um grande valor e falam muito sobre nós.

Provavelmente você tem um amigo ou conhecido que possui uma crença totalmente diferente da sua e, ainda assim, vocês se dão muito bem.

Isso acontece porque estão sintonizados, porque se admiram e respeitam, apesar das diferenças, e é isso que realmente importa. Devemos ser muito mais do que as nossas religiões, porque elas são apenas caminhos de vida, não nos qualificam como certos ou errados.

Já conheci pessoas incríveis que não tinham religião e pessoas más que vivam na igreja. Portanto, deixei de me apegar a rótulos e agora entendo que o que realmente importa é o coração, porque ele é a origem de tudo o que somos.

Deixe de olhar as pessoas pelo rótulo da religião e comece a olhar pelo coração, você se surpreenderá com o quão diferente as coisas podem ser.


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa: Pixabay.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.