4min. de leitura

As crianças especiais precisam do seu amor e empatia, não da sua pena!

As crianças especiais não merecem a nossa pena, mas sim a nossa admiração e o mais profundo respeito.



De maneira geral, temos o hábito de enxergar com pena as pessoas diferentes de nós, aquelas que fogem a algum padrão de saúde ou de aparência ao qual estamos acostumados.

Isso acontece com pessoas com deficiência em algum membro, que contraíram alguma doença e sofreram sequelas, que ainda estão lutando contra algum problema de saúde ou que nasceram especiais. É sobre elas que falaremos neste texto.

É muito comum olharmos com pena para crianças com necessidades especiais, seja pela sua condição em si ou por todas as dificuldades que elas e suas famílias terão de enfrentar durante a vida. Pensamos que nossos olhares compassivos e até mesmo as gentilezas que praticamos por obrigação nos tornam pessoas melhores e trazem conforto para elas, mas precisamos repensar sobre essa conduta.


Pena é um sentimento que pode parecer virtuoso, à primeira vista, mas que depois de analisado pode se tornar triste. Ninguém gosta de ser digno de pena; as crianças e todas as outras pessoas com condições especiais precisam de amor, empatia e respeito.

Elas precisam ser tratadas com compreensão e naturalidade. Um olhar de pena, muitas vezes, deixa-as piores, faz com que elas se sintam ainda mais insuficientes e infelizes.

Já são tantas as dificuldades com as quais precisam lidar em seu dia a dia e muitos os tratamentos “especiais” que recebem que, muitas vezes, apenas querem um olhar de admiração.

Devemos analisar a forma como tratamos essas crianças e refletir se estamos oferecendo a elas o encorajamento de que precisam ou apenas reforçando o estereótipo de “vítimas”, com o qual a sociedade as rotula desde seu nascimento.


As crianças com necessidades especiais são grandes heróis, apesar da pouca idade, e nos transmitem muitas lições importantes. Por exemplo, elas nos ensinam sobre resiliência, disposição e amor.

Também nos mostram que, mesmo nas circunstâncias mais complicadas, podemos sorrir e que somos nós que definimos como queremos viver, apesar daquilo que a vida nos apresenta.

Essas crianças são puras, amáveis e cheias de afeto para oferecer. Têm amor no coração e estão sempre dispostas a enxergar a vida sob um ângulo diferente. Muitas vezes, mesmo lutando pela vida em hospitais, elas nunca deixam de sorrir.

Por tudo isso, elas não merecem a nossa pena, mas sim a nossa admiração e o mais profundo respeito, além de nosso esforço para que tenham mais oportunidades na sociedade em todos os aspectos.

As crianças especiais precisam e merecem o nosso amor e empatia, porque todos os dias dão grandes exemplos de vida para nós.

Aprenda a enxergá-las com olhos mais puros e você verá o quanto elas têm a nos ensinar!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Denys Kuvaiev/123RF Imagens.

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.