5min. de leitura

Não dormir bem descontrola suas emoções, mostram estudos

O sono é um dos elementos indispensáveis na vida de qualquer pessoa. É através dele que descansamos nossas mentes, corpos e recuperamos nossas energias para começarmos um novo dia.


Infelizmente, nos dias de hoje, uma rotina de sono saudável se tornou um grande luxo, que a grande maioria das pessoas não pode ter.

As vinte e quatro horas de nossos dias não parecem ser suficientes para cumprir todas as responsabilidades e isso faz com que fiquemos constantemente tensos e irritados, o que afeta diretamente a qualidade do nosso sono.

As consequências mais conhecidas da falta de sono são a nível físico, mas o que muitas pessoas não sabem é que nossas emoções também são grandemente afetadas quando não descansamos as oito horas diárias.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), apenas uma noite sem dormir já é o suficiente para ocasionar a perda de tecido cerebral. Além disso, quando não permitimos nossos cérebros e corpos descansarem, ficamos extremamente irritados e emocionalmente sensíveis, causando grande oscilações de humor.


De acordo com um estudo da Universidade de Tel Aviv, aqueles que não dormem o suficiente enxergam a realidade de uma maneira diferente.

Foram analisados 18 adultos, depois de uma noite bem dormida, e outros que não descansaram bem.

Foram apresentadas aos adultos algumas imagens positivas, negativas e neutras, e enquanto isso, eram monitorados por encefalogramas, que mostravam o trabalho de seus cérebros em tempo real. Quando não dormiam bem, os cérebros dos participantes basicamente não conseguiam diferenciar o peso emocional das imagens, eles reagiam da mesma forma a todas elas, o que para os pesquisadores indica uma falta de controle emocional.

Um outro estudo, conduzido por Matthew Walker, na Universidade de Bekeley, mostrou que dormir 2 ou menos horas do que o indicado é muito perigoso, porque impacta diretamente a área do cérebro responsável pelo controle das emoções, o lobo pré-frontal.


O pesquisador também disse que, quando não dormimos o suficiente, prejudicamos os mecanismos que nos protegem de doenças mentais, e que a falta de sono deixa as pessoas mais agressivas.

Percebemos o quanto as nossas emoções podem sofrer com a falta de sono e, no quadro geral, todo o nosso organismo é prejudicado, fazendo com que a nossa qualidade de vida diminua significativamente.

Nossas tomadas de decisão ficam comprometidas, porque não somos capazes de analisar a realidade da maneira correta e também podemos ter a memória prejudicada.

Apesar de parecer um pouco inofensiva, a privação de sono é realmente prejudicial para nossa saúde, de maneira geral, por isso precisamos organizar nossas rotinas para que possamos deitar a cabeça no travesseiro todas as noites e realmente nos permitirmos dormir e descansar, para que o dia seguinte seja realmente um novo dia, de energias renovadas, e não apenas uma extensão de nosso cansaço.

Quando dormirmos bem, vivemos muito mais dispostos e empolgados com o que está por vir, e isso se reflete em nossas realidades.

Avalie como está a sua rotina de sono e faça as mudanças necessárias para aproveitar da melhor maneira possível o seu descanso. Coloque o seu bem-estar e saúde mental, física e emocional como prioridade, e você perceberá as mudanças acontecerem em sua vida!


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação desse material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: citalliance/123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.