ColunistasRelacionamentos

Por que você ama alguém que não o(a) ama e só o(a) faz sofrer?

amar alguém

Antes de responder à pergunta deste textão, faço a você uma outra pergunta: Por que você ama alguém que não o(a) ama e só o(a) faz sofrer?



Ok. Eu sei que, sendo racionais, a situação toda é ilógica. Jamais deveríamos amar pessoas que não correspondam ao nosso amor, muito menos se elas nos fazem sofrer! Mas, aí está! Nós NÃO SOMOS racionais (pelo menos com a frequência que gostaríamos, não é?). Somos a mais pura emoção! Somos intensidade, somos ferida aberta, tornado, tsunamis! Tudo isso quando o assunto é estar apaixonado por alguém. Fazemos confusão sim e, raras são as vezes que conseguimos raciocinar. Então, entendo se responder que nem sabe porquê. Mas fiz a pergunta assim mesmo, para começarmos aí o processo de “DESPERTE, CRIATURA!”.

Acredito que, lendo a pergunta, a visão ficou um pouco diferente da inicial, não ficou? Já até o ouvi respondendo: Porque eu sou um(a) idiota, Cris!” “Sou um(a) trouxa, Cris!”

Pois bem!


Não tenho receitinhas caseiras de como esquecer uma pessoa, mas, tenho perguntas que, se você responder, talvez, chegue a sua própria conclusão. 

1. O quanto era você no relacionamento e o quanto era o outro?

2. Você se sentia feliz ao lado de alguém que claramente não o amava?

3. Se uma pessoa o faz sofrer, acha mesmo que ela merece tanta atenção da sua parte?


4. O quanto você se valoriza?

5. Se responder que se valoriza muito, lembrar dessa pessoa não seria uma bobagem enorme?

Escutem, meu amigo e minha amiga que agora me leem, desesperados com uma fórmula mágica para amenizarem a dor que sentem por sofrer tanto assim: a fórmula se chama ATENÇÃO. Atenção? Sim! O quanto da sua atenção está focada nesse sofrimento, nesse abandono, nessa rejeição? TODA, não é? Por isso você sofre e não consegue esquecer, porque sua atenção está toda voltada para a pessoa que o deixou, para a história que tiveram juntos, para as palavras ditas e por aí vai.

Então, vai uma informação muito importante para você: enquanto sua atenção estiver no outro, não conseguirá esquecer! 


MAS, se sua atenção se voltar para si ou qualquer outra coisa, verá que, em pouco tempo, diminuíra e muito a sensação que tinha ao se lembrar do tal, ou da tal.

Um exemplo: você resolve fazer coisas para você que antes não fazia, tipo aquela ida à academia, um curso de línguas, uma viagem, novos amigos. E o que acontece, afinal? A partir do momento que você procura novas coisas para se interessar e ocupar sua mente, o foco de sua atenção muda e…TCHAM! Você esquece! Supera! Renova!

Entendeu?

A dica para esquecer alguém que não o ama mais, e só o faz sofrer, é MUDAR O FOCO DA SUA ATENÇÃO. 


E para isso, vale lembrar, que é bom você fazer o possível e o impossível para não ver a tal da pessoa durante esse processo. Exclua contato, redes sociais, pare de frequentar os mesmos lugares por um tempo e pronto.

Afinal, você não é de ferro, não é?



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / alfastudio.

O luto coletivo: uma forma de cada um chorar as próprias dores

Artigo Anterior

Professora corta cabelo igual ao de aluna excluída por colegas

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.