8min. de leitura

4 dicas para aprender a reconhecer os sinais pelo caminho…

Aprenda a reconhecer os sinais em seu caminho com estas 4 dicas e obtenha resultados positivos mais rapidamente

Um dos aprendizados dos quais eu me orgulho na vida foi o de reconhecer os sinais que, constantemente, direcionam nossos passos, em busca da nossa missão. Se soubesse antes como fazê-lo, com certeza teria evitado muitas frustrações desnecessárias e sofrimentos inúteis.


Por um período da minha vida (alguns anos), vivi alheia a tudo, seguindo o lema: “deixa a vida me levar”, no entanto, por não saber distinguir o que cada sinal representava, demorei muito mais para encontrar meu verdadeiro caminho e permitir me realizar profissionalmente e espiritualmente. Era uma questão de amadurecimento emocional.

Hoje vejo que tudo necessita de um tempo e que não temos como pular etapas, mas podemos chegar mais rápido na próxima fase, se soubermos reconhecer o que significa cada sinal.

Quando eu vivenciava o problema, eu não via uma solução, mas quando comecei a observar o que faltava, percebi o precisava ser feito e então tomei a decisão mais importante da minha vida: assumir o controle e cuidar de mim.


Perdemos muito tempo das nossas vidas insistindo em situações, casos e pessoas sem obter um retorno positivo ou satisfatório, que nos proporcione a certeza de estarmos no rumo certo.

São consequências de nossas más escolhas, a dor, a frustração, o sofrimento e até mesmo a revolta, por alimentarmos, inutilmente, ideias fixas de desejos do ego, sem a menor possibilidade de que aconteçam.

Nós nos ludibriamos com sinais equivocados, de quem nem faz questão de nossa presença, depositamos nossa fé em esperanças vazias e incertas.


Tudo porque queremos, e batemos o pé, sonhando que aquilo nos fará realmente feliz.

Andar com os pés no chão e a cabeça nas nuvens, assim é possível manter a segurança de um andar focado em realizações concretas, pautadas em sinais reais. No meu caso, eu vivia totalmente nas nuvens. Sonhava com um futuro lindo, fazia planos, mas não tinha onde me apoiar para seguir adiante e, é claro, nada acontecia.

Para observar os sinais não é necessário se tornar um sábio, nem viajar para longe em busca do autoconhecimento, como sempre digo, tudo está bem aí, dentro de você. Mas você precisa estar atento ao que o rodeia. E para isso é necessário estar em sintonia com sua alma, que vai muito além de conhecer seus sonhos e limites.

É libertar-se das amarras que prendem a atenção para o que não acrescenta ou evolui, sejam pessoas, projetos ou a falsa sensação de segurança.

Nesta caminhada, que é somente sua, deve haver escolhas, que por mais difíceis que sejam precisam ser feitas, com a consciência que deixamos para trás grandes amores, sonhos originais e, sobretudo, decisões erradas, mas todo contexto faz parte da sua viagem e se faz fundamental seguir em frente.

Os sinais estão por todo lado, utilize as lentes da razão para olhar cada fase que esteja passando, ela vai norteá-lo pelo caminho mais seguro, mas sempre que o coração insistir em assumir o controle, permita, pois não há regulamentos para buscar a felicidade.


Agora que você já entendeu para que eles servem, vamos aprender a reconhecê-los. Os sinais podem estar em:

PENSAMENTOS/PALAVRAS

Uma palavra ou pensamento, por menor que seja, pode conter um imenso contexto. Em um simples diálogo, a resposta “hum” pode ter milhões de significados, mais um bom motivo para estar de posse das lentes da razão (ou neste caso, fones de ouvidos tradutores). Às vezes, na falta dela, um olhar, pode bastar para que tudo comece a fluir.

Dentro dos pensamentos estão também os INSIGHTS ou INTUIÇÃO, que são aqueles flashs que temos no nada. Uma grande ideia, uma luz ou um click. Logo, eles estão sempre nos alertando de que algo pode dar muito errado ou muito certo. Confie em sua intuição, nesta altura do seu autoconhecimento, reconhecendo vários sinais, você já estará treinando sua mente para reconhecer com mais habilidade e assertividade.

É no silêncio, onde habitam os sinais mais profundos. O silêncio é revelador, ele pode significar tudo ou nada, dependendo do contexto, do momento e das emoções que desperta. Fique atento!


SENTIMENTOS/EMOÇÕES

Nossas emoções são os sentimentos mais honestos que possuímos. Podemos mentir ou esconder dos outros, mas jamais de nós mesmos. São em nossas emoções que os sinais estão sempre mais fortes, latentes, tentando nos mostrar que aquele caminho pode nos levar a lugar nenhum. Questione-se, quando receber uma atitude de alguém, que você depositou uma grande expectativa e, através de uma simples palavra, você se decepcionou.


AÇÃO/ATITUDES

Estamos sempre esperando que o outro corresponda às nossas expectativas. Mas nem sempre elas são atendidas, gerando obviamente uma frustração ou decepção. E então encontramos uma desculpa para não interrogarmos as atitudes do outro. Neste caso, mesmo contrariados, devemos utilizar as lentes da razão para observar, friamente, uma ação que não condiz com nossa perspectiva.

O que essa atitude quer dizer?

Dentro das atitudes também está o VAZIO/FALTA que sentimos. A presença é tão importante quanto à ação. Às vezes, buscamos em um relacionamento atitudes que não encontramos e acabamos dando ao outro aquilo que procuramos. Tendo a falsa sensação de estarmos completos.


RESULTADOS

Nossos resultados são efeitos de nossas escolhas, se não estamos satisfeitos com nossa realidade, com o que está acontecendo à nossa volta, devemos analisar o que estes sinais querem dizer. Provavelmente estão nos alertando sobre as escolhas equivocadas que fizemos.

Analise de que maneira os sinais o afetam, que tipo de sentimentos lhe provocam. Então aprenda uma lição e confie, é esta confiança em seu discernimento que o guiará pela estrada tortuosa e cheia de desafios, tornando-a mais florida e com muito mais sentido.

Observe os sinais, mas, de vez em quando, permita-se apenas apreciar a paisagem e curtir o momento. As regras não devem ser seguidas à risca, para que a vida fique menos tensa e muito mais divertida.

Nem sempre obteremos as respostas que procuramos, mas nem sempre respostas é o que precisamos. O que move sua vida adiante são justamente as perguntas que você se faz.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: liakoltyrina / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.