publicidade

8 princípios budistas das coisas que não devemos fazer, se quisermos viver bem

Um dos principais objetivos da doutrina budista é libertar a humanidade do sofrimento, ensinando e orientando as pessoas a desenvolverem compaixão e viverem em paz.

Estamos acostumados a ler artigos sobre budismo ensinando as coisas que devemos fazer para conquistarmos uma existência mais positiva, mas tão importante quanto saber o que fazer é saber o que NÃO fazer, o que evitar e eliminar de nossas vidas.



Portanto, preparamos um texto com 9 princípios budistas das coisas que não devemos fazer, se quisermos viver bem e contribuir para tornar o mundo um lugar melhor. Leia com atenção e siga as dicas para construir uma realidade voltada ao propósito e compaixão.

8 princípios budistas das coisas que NÃO devemos fazer, se quisermos viver bem

1. Não seja idólatra a qualquer doutrina, teoria ou ideologia

A idolatria pode nos fazer perder de vista o que realmente importa. As doutrinas que escolhemos seguir são apenas meios de orientação, instrumentos para nos levar a melhores caminhos de vida, elas não são verdades absolutas.


2. Não pense que o conhecimento que você possui atualmente é imutável

Nossas vidas estão em constante evolução, e nós aprendemos coisas novas todos os dias. Por isso, muitas vezes nossos pensamentos mudam, precisamos entender que nenhum conhecimento é imutável, e nos abrir para diferentes visões de mundo e ponto de vista.



3. Não force outras pessoas a adotarem seus pontos de vista

Todos temos o direito a ter nossos próprios pontos de vista, e precisamos aceitar que nem sempre as pessoas pensarão como nós. Não podemos forçar nosso ponto de vista a ninguém, podemos conversar e explicar como pensamos, mas todo mundo tem o direito a fazer suas escolhas.


4. Não evite o contato com o sofrimento nem feche seus olhos antes de sofrer

Não perca a consciência da existência do sofrimento na vida. Não se isole em um mundo de fantasias. Busque ajudar as pessoas que estão em sofrimento, use as ferramentas que estiverem ao seu alcance para transformar a realidade negativa do mundo.


5. Não tenha uma profissão que prejudique os seres humanos ou a natureza

Seja altruísta, não colabore com empresas que privem os outros de sua chance de viver em troca de dinheiro. Ao invés disso, siga uma vocação que o ajude a contribuir para o bem da sociedade.



6. Não se perca em dispersão ou naquilo que está à sua volta

Mantenha-se focado no que está acontecendo no momento presente. Esteja em contato com as coisas boas que existem em seu interior e exterior. Busque ser uma fonte de sentimentos positivos, amor, paz, felicidade e compreensão para elevar a sua consciência e melhorar sua experiência de vida.


7. Não pronuncie palavras que possam criar discórdia

Tome cuidado com tudo o que você fala, porque é difícil recuperar o dano causado pelas palavras.


8. Não diga coisas mentirosas por interesse pessoal ou para impressionar as pessoas

Não use suas palavras para criar afastamento e raiva. Não espalhe notícias que você não sabe se são verdadeiras, não julgue aquilo que não conhece. Seja sempre sincero e verdadeiro consigo mesmo. Viver para agradar e impressionar outras pessoas é uma grande maneira de decepcionar a si mesmo.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: janpietruszk / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.