6min. de leitura

“A fé remove montanhas e a resiliência nos fortalece”.

Toda dor que parece infinita, um dia será finita. O tempo cura tudo, e não há nada que ele não possa resolver. Entregue os seus problemas nas mãos de Deus, porque ele lhe ensinará a maneira mais útil de lidar com tudo aquilo que agora o deixa inconformado.

Que possamos desenvolver em nós as habilidades necessárias para nos fazer compreender que todos nós atravessamos situações parecidas ao longo de toda a nossa vida.


Muitas vezes, nós nos sentimos pessoas solitárias. Muitas vezes, sabemos que não temos com quem contar, em nossos momentos mais dificultosos.

A vida é cheia de surpresas e precisamos buscar auxílio quando sentirmos as algemas que nos autoimpomos apertar nossos pulsos.

O grande segredo da vida é acreditarmos que, assim como nós, existem pessoas que poderão nos auxiliar na matemática das horas mais problematizadas.


Eu, por exemplo, já atravessei coisas inacreditáveis. Mas, no meu caso, nem sempre pude contar com as pessoas que estavam ao meu redor. Em contrapartida, em outras vezes pude receber algum tipo de auxílio advindo de algumas pessoas com as quais convivia.

Faz-se necessário não hesitarmos, procurarmos um amigo, um familiar, ou um colega de trabalho. Quando a situação se enegrece, não temos outra alternativa, senão pedir ajuda.


Você nunca estará só. Na alegria ou na dor, saiba que poderá contar com alguém, para rir ou para chorar.

Sei que as coisas, por vezes, são penosas e quando a nossa cabeça não está legal, o restante parece obscurecer-se também.

E é assim que as coisas funcionam para todos nós. Seja a morte de um parente que acaba de fenecer, seja um problema com um filho que apresente complicações existenciais, ou até mesmo o marido ou a esposa, que não contribui para que a situação tome um novo rumo.

Parece-me que nem sempre as coisas têm um sentido revelador.

Precisaremos, então, contar com a resiliência, ferramenta que precisa ser cuidadosamente desenvolvida por nós, se desejarmos caminhar sempre em frente, sem maiores receios.

O estado que antecede essa invulnerabilidade é como um calo que dói e que está ali, devido a um desgaste que enfrentamos, mas que foi necessário estar nesse lugar, para nos mostrar que precisamos ser fortes. E, acima de tudo, para nos dizer que ele foi uma prova de que passamos por situações que se repetiram, por incontáveis vezes. Mas a grande verdade é que chegará um momento em que ele para de doer.

A nós caberá o papel de virarmos a página e aprendermos a conviver com aquilo que nos afligiu um dia.

Mesmo sabendo que aquela dor será transitória e que chegará um tempo em que ela deixará de nos acompanhar.

Sejamos convictos, sejamos hábeis administradores das dores que habitam nosso coração.

O sol voltará a brilhar depois de um tempo, depois do tempo certo de maturação desses sentimentos. O tempo cura tudo, e não há nada que ele não possa resolver.

Entregue os seus problemas nas mãos de Deus, porque ele lhe ensinará a maneira mais útil de lidar com tudo aquilo que agora o deixa inconformado.

Um dia surgirá sempre após o outro, mostrando-nos que é importante arregaçarmos as mangas e partirmos em busca de soluções eficazes, da desmaterialização de problemas, pois um dia eles certamente deixarão de existir, se não, transformar-se-ão em outros tipos de questionamentos.

A vida será sempre a melhor escola, e a nós cabe o papel de vivermos o que estiver ao nosso alcance, para que tudo aquilo que acreditamos se transforme em realizações.

Convertendo a teimosia em aprendizado, cansaço em disposição, dor em desopressão, tristeza em felicidade e derrota em atos de produção! A vitória está a caminho! Continue seguindo firme nessa estrada, pois as coisas tendem a retornar ao seu estado original, evoluindo, sem sombra nenhuma de dúvidas.

Na aflição ou no desalento, podemos extrair de nós as soluções mágicas que nos farão seguir adiante.

Enfrentemos os nossos temores para nos tornarmos pessoas fortalecidas. É preciso alavancarmos rumo às nossas conquistas, rumo ao nosso melhor estado de ânimo!

Desejo-lhe toda sorte do mundo em seu merecido, infinito e digníssimo caminhar!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF/Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.