Pessoas inspiradoras

Menina doa sapato e se ajoelha para colocá-lo no pé da coleguinha

viralmenina doa sapato para
Comente!

As crianças nunca deixam de nos surpreender, não é?

Quando convivemos com crianças ou ouvimos alguma história positiva sobre elas, não podemos evitar olhar para dentro de nós mesmos e analisar nossos comportamentos. As crianças são puras, generosas e verdadeiras, elas não se importam com dinheiro, padrões ou luxo, apenas querem brincar, ser felizes e ter amigos.

Muitos de nós, conforme crescemos, vamos naturalmente perdendo esses traços e nos tornando egoístas, queremos apenas o nosso sucesso e dinheiro, e deixamos de nos importar com as outras pessoas. Assim podemos perder nossa verdadeira essência e precisar de algum exemplo positivo para entrar no caminho certo novamente.

Recentemente, a atitude de uma criança viralizou nas redes sociais por representar exatamente aquilo que nunca deveríamos perder.

A professora Mary Soares fez uma publicação no seu perfil no Facebook para contar uma história que aconteceu durante uma de suas aulas na cidade de Cruzeiro do Sul, no Acre.

A menina Isabela, aluna do segundo ano do ensino fundamental, apareceu na sala da professora Mary (que ensina crianças do primeiro ano) e pediu permissão para transmitir um recado à turma. Depois da aprovação de Mary, Isabela disse: “Eu queria fazer a doação desse lindo sapato, que é número 27, [pois] eu já estou calçando 28.”

Essa atitude, por si só, já é muito especial, mas não para por aí. Logo depois de Isabela anunciar a doação, uma das aluninhas levantou a mão e disse calçar o mesmo número do sapato anunciado.

Nesse momento, Isabela foi até sua mesa e se ajoelhou para calçar o sapato no pé da menina e, quando viu que ele encaixou certinho, ficou bem feliz.

viralmenina doa sapato para2ok

A cena foi registrada e causou muita comoção nos internautas, que se sentiram inspirados pela generosidade, carinho e empatia da menina.

Esse gesto parece tão simples que até nos perguntamos por que comoveu tantas pessoas, e a resposta é: porque os gestos simples e puros são cada vez mais raros.

A bondade gratuita e sem expectativa de retribuição se tornou um tesouro, que quando é encontrado se torna muito apreciado.

Mary ficou realmente emocionada com a atitude da menina: “Eu ainda tô me recuperando desse gesto”, brincou.

“Que possamos ser sempre iguais às crianças (…). Eu acredito que o amor vai vencer no fim. Ensine seus filhos a amar, se doar, respeitar o próximo, pois assim teremos um mundo muito melhor”, disse a professora.

Lindo exemplo, né? Compartilhe-o em suas redes sociais!

 

 Direitos autorais das imagens utilizadas no texto: reprodução/Facebook Mary Moraes.

Comente!

Há muita força dentro de você. Confie no poder de Deus, na esperança e na fé que habitam em seu coração

Artigo Anterior

Empatia: olhar com o amor para o mundo do outro é exercitar a inteligência emocional

Próximo artigo