5min. de leitura

Por que perder um animal de estimação dói tanto?

Perder um animal de estimação é reaprender a viver sem a nossa maior fonte de alegria.


Muitos de nós tivemos ou temos o privilégio de viver com um animal de estimação. A presença deles em nossas vidas é uma questão cultural, uma grande tradição! Quase todas as famílias possuem um animal que faz parte de suas histórias e que está ao seu lado nos bons e maus momentos.

Quando crescemos ao lado de um animal de estimação, ou quando depois de adultos podemos ter um ao nosso lado, descobrimos uma conexão muito forte e poderosa, que muitas vezes se torna ainda mais importante para nós do que alguns relacionamentos com pessoas em nossas vidas.

Os animais ganham rapidamente um espaço grande em nossos corações, pois possuem algumas características que dificilmente encontramos nas pessoas.

Eles são extremamente empáticos, carinhosos, cuidadosos e leais. O amor que sentem por nós é incondicional e muitas vezes até nos constrange, porque mesmo depois de levarem uma bronca, continuam nos seguindo com os rabinhos abanando, pronto para nos dar todo o amor do mundo.


Os nossos animais de estimação são alguns dos amigos mais verdadeiros que teremos em nossas vidas, porque a nossa relação com eles é construída dia após dia, a cada momento de carinho, a cada sorriso, a cada passeio e a cada nova demonstração de amor.

Esses animais se tornam nossas famílias, em muitos casos a única e verdadeira família que possuímos, por isso o vínculo que construímos com eles é um dos mais puros que existem. Através dessa união, descobrimos um lado melhor de nós mesmos e aprendemos a viver com muito mais alegria e bondade, valorizando as coisas mais simples como as mais importantes.

A vida com os nossos animais é muito melhor, mas, infelizmente, na grande maioria das vezes eles partem antes de nós. Sua jornada é mais curta porque eles são muito mais evoluídos e não precisam viver tantas coisas quanto nós.


Quando sua missão chega ao fim, eles voltam para o seu primeiro lar e nos deixam aqui, para viver com tudo o que nos ensinaram no tempo em que estivemos juntos.

Para nós, a dor de perder os nossos grandes companheiros é muito grande, quase insuportável. Uma pessoa que desde criança teve esse amigo ao seu lado e o perdeu depois de adulto sofre demais, assim como alguém que via em seu animal o seu único amigo verdadeiro, e não sabe como recomeçar a vida depois dessa grande perda.

Perder um animal de estimação dói tanto porque eles são muito mais do que isso, muito mais do que companheiros temporários. Eles são a nossa família, a nossa fonte de amor e alegria, e uma das razões pelas quais vivemos empolgados com a vida.

Eles são aqueles que arrancam os nossos sorrisos mais verdadeiros e nos fazem conhecer uma pureza única, que está praticamente extinta entre os seres humanos.

Nossos animais são o nosso apoio, a nossa força nos momentos difíceis e a esperança de que tudo sairá bem. Perdê-los é sepultar um pouco de nossos corações. Devemos sentir essa dor por completo até que, com o tempo, ela possa nos deixar.

Pode ser difícil recomeçar depois da perda daquele que foi o nosso maior companheiro por anos, mas devemos sempre manter a cabeça erguida e um sorriso no rosto, porque é assim que eles gostariam de nos encontrar.

Se você perdeu o seu companheiro, encontre força no vínculo que compartilham. Saiba que ele sempre viverá dentro do seu coração e o seu amor o guiará por toda a vida.


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Susan Richey-Schmitz.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.